Viver…

Viver é sentir, a todo instante, a cada momento, uma sensação, um sentimento, que muito me perco nele, mas que mesmo assim, sempre que posso, gosto de sentir. Não falo em um viver apenas no sentido de respirar e de ter meu coração batendo. Falo de um viver intenso, que mesmo que possa, muitas vezes, não parecer, garanto que é intenso. Não de uma forma impensada, em um “carpe diem” como pensaram Tom Schulman e Peter Weir mostraram para nós em seu filme de 1989. É um viver mais racional, e nem por isso menos forte. É um viver, eternamente!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s