Amadurecimento…

Sabe quando você era mais novo e olhava para a linha do horizonte imaginando como seria o seu futuro, e nem acreditava que algumas daquelas coisas que você imaginava poderiam vir a ser possíveis, ou viajava por causa da falta de noção das coisas?

Me peguei tentando lembrar das coisas que imaginava sobre o meu próprio futuro quando eu era criança. E fico impressionado como muita coisa mudou em relação a tudo aquilo que eu imagina que seria possível, que iria ocorrer. Prioridades se alteraram, gostos mudaram, vontades deixaram de existir e outras surgiram. Experiências novas ocorreram e hoje, o presente que tenho é muito diferente daquele futuro que eu imagina há 20 anos atrás.

Já sou uma pessoa adulta e as vezes ainda me assusta enxergar isso. Ver a passagem do tempo nos mínimos detalhes de meu próprio ser é algo que muitas vezes me deixa um tanto quanto “incomodado” e, ao mesmo tempo, me deixa feliz por observar que me tornei uma pessoa, até certo ponto, dentro daquilo que considero como uma boa pessoa. Não que eu não apresente defeitos. Muito pelo contrário. Eles estão presentes, e sempre estarão. Mas, busco superá-los, não deixar que eles venham a interferir em mim mesmo como ser humano e aprendo comigo mesmo, pois o pensamento constante em mim, e que me faz me considerar um boa pessoa, é a humildade socrática do “só sei que nada sei” e do “conhece-te a ti mesmo”.

“Conhece-te a ti mesmo”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s