• Sobre mim mesmo…

    Adolfo Brás Sunderhus Filho é professor de História, Filosofia e Sociologia, que tem um mania de ficar observando tudo a sua volta e quando acha que algo é interessante (ou nem tanto) acaba por escrever por aqui sobre isso...
  • Calendário

    junho 2013
    S T Q Q S S D
    « maio   jul »
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
  • Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

    Junte-se a 281 outros seguidores

  • Pessoas!

    • 2,366 pessoas!

Medida da Felicidade

Escuto e leio com um receio tão grande a uma geração que prega que nada deve ser levado a sério. Concordo que algumas pessoas tem o costume de levarem tudo a sério demais e acabarem exagerando na dose. Porém, não seria a vida, a sociedade, algo a ser levado a sério na maior parte de seus momentos?

Sempre houve um grupo grande em toda a história, que tinha o discurso de que a vida não deve ser levada de maneira séria, de que mais importa o dia de hoje do que pensar no amanhã e etc. O famoso "carpe diem", sussurrado por Robin Williams nos ouvidos de seus alunos é algo que sempre povoou o imaginário de todos. Pois, realmente, viver intensamente o hoje, sem se preocupar com as implicações que isso pode vir a ter em um futuro é algo lindo de se pensar, mas não se encaixa em uma sociedade como a nossa, não se encaixa em nossa vida cotidiana.

Para alcançarmos objetos, o planejamento é mais do que necessário. Devemos sim nos preocuparmos com aquilo que ainda está para vir, pois esse "estar para vir" pode se tornar algo mais presente no restante de nossa existência, e até algo mais necessário. Temos de nos preparar para tudo aquilo que pode vir a acontecer conosco. Viver um dia de cada vez, vivendo o hoje pensando já no amanhã é algo que precisa ser constante em nossa vida.

Obviamente, não podemos com isso pensar que não podemos buscar um prazer momentâneo devido ao amanhã. O prazer imediato é algo que deve ser buscado sim, algumas vezes. Mas, o imediato não pode anular o vindouro, e por isso planejar é necessário. Precisamos algumas vezes quase que fazer um exercício de adivinhação de como pode vir a ser o nosso dia seguinte, para que dessa forma não sejamos pegos de surpresa, numa situação que nos deixe de calças curtas. É a medida da felicidade, tão propalada pelo filósofo, e tão complexa de ser atingida, pois o equilíbrio é um desafio dos grandes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s