Já fomos avisados

Me pergunto, observando as últimas notícias que povoam os meios de comunicação, o que justifica uma sociedade como a nossa, que está se colocando no lugar do aparelho estatal e cometendo atrocidades como as que vimos nesses últimos dias, com relação a senhora que foi espancada ao ser confundida com uma sequestradora de crianças.

Há poucos meses, devido ao episódio do cinegrafista da Rede Bandeirantes que morreu devido a um rojão que foi o atingiu, um conhecido meu foi alvo de ameaças no Facebook pois haviam confundido o mesmo com a pessoa que acendeu o rojão, sendo ele inclusive ameaçado de morte pessoas que sequer conheciam ele e não tinham certeza sobre nada.

Há pouco mais de um mês uma âncora de jornal disse em cadeia nacional que entendia a ação de pessoas que faziam justiça com as próprias mãos.

Diversos foram os pensadores, filósofos ao longo da história da humanidade que deixaram clara a necessidade da existência do Estado para conter o ímpeto do homem. Antes ainda desses filósofos, vemos em relatos bíblicos do Antigo e Novo Testamento demonstrações claras de que o homem é mal por natureza, um ser depravado.

São demonstrações claras daquilo que há anos e anos já foi dito na Bíblia. Ao ler, imaginava que seria assustador, mas mesmo assim me impressiono com o que estou observando ocorrer.

Anúncios