• Sobre mim mesmo…

    Adolfo Brás Sunderhus Filho é professor de História, Filosofia e Sociologia, que tem um mania de ficar observando tudo a sua volta e quando acha que algo é interessante (ou nem tanto) acaba por escrever por aqui sobre isso...
  • Calendário

    junho 2017
    S T Q Q S S D
    « maio    
     1234
    567891011
    12131415161718
    19202122232425
    2627282930  
  • Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

    Junte-se a 281 outros seguidores

  • Pessoas!

    • 2,356 pessoas!

Vontades…

Por onde estamos,
Que não vamos,
Apenas sem direção,
Seguimos passos,
Já marcados, definidos,
Por outros que não nós,
Que atendem a vontades que não nossas.

Focos e direções

Outro dia li um comentário de um leitor de meu blog, enviado para mim via e-mail. Ele dizia gostar do meu blog, mas lhe incomodava o fato do mesmo não ter um foco, uma temática específica que permeasse todas as minhas postagens. Confesso que fiquei impressionado, pois não havia pouco tempo também tinha pensado a mesma coisa.

Escrevo aqui sobre os mais variados assuntos e coloco os mais diversos tipos de textos. Contos, poemas, reflexões sobre o nosso cotidiano e por aí vai. E, tenho de concordar com o meu leitor: tem horas que, acredito, a falta de foco tanto das estruturas textuais, quanto da temática pode ser um fator que faça as pessoas não revisitarem o blog, dado que não há um tema específico para o mesmo.

Esse é um problema que enfrento desde os tempos em que esse espaço se chamava “Grammaton” e, mesmo depois de mudar para “Caminhos…”, ainda assim a dificuldade de foco permaneceu. Mas, são tantos os assuntos que tenho vontade de desenvolver. São tantos os textos que começam a sair da minha mente e por meio dos meus dedos chegam até a tela do computador que não consigo filtrar os mesmos e dizer qual deve ou não ser publicado. Mas o foco começa a ser mais que necessário, pois esse espaço precisa de uma identidade, de uma cara. Então, não se espantem se alguns assuntos e tipos de texto simplesmente não forem mais publicados aqui nesse espaço, é apenas uma direção que esta sendo tomada.

Buscando caminhos

Que foco devemos tomar?
Quais assuntos a abordar?
Há uma imensidão de possibilidades,
De modo que nos perdermos,
Desorientados em meio a tudo que se mostra
Que se estabelece para nós.

Devemos buscar uma direção,
Um caminho único para trilharmos,
Caminho que só nós podemos escolher,
No livre-arbítrio que nos é permitido,
Desde a existência primordial,
Que Ele nos proporcionou.